Tag Archives: festa do divino

Ensaio Fotográfico: Divino

Muitos afirmam existir uma energia superior nos congados  além do religioso e o profano. Os grupos de congados surgiram no século XVII, em Minas Gerais, na forma de sincretismo, dessa forma, os escravos demostravam sua fé nos Deuses africanos, conhecidos como Orixás, venerando Santa Efigênia, São Benedito, Nossa Senhora do Rosário e outros.

Em São João del-Rei, acontece a Festa do Divino desde 1774, porem ela foi proibida em 1924, retornando somente em 1998, quando um grupo de pessoas, formaram a “Comissão do Divino”, resgatando a festa e inserindo a participação de grupos de congados. Antes da proibição da festa eram realizadas “cavalhadas”.

Nesse ensaio, denominado “Divino”, utilizo através das luzes e da longa exposição na captura das imagens, uma forma de representar a energia e fé transmitida através dos tambores, chocalhos, danças e diversas outras formas de manifestação religiosa e cultural.

As fotografias foram realizadas durante a procissão luminosa do Divino Espirito Santo, dia 19 de maio, nas ruas do bairro de Matosinhos, em São João del-Rei.

Fotos: Thiago Morandi/Alecrin Fotocinegrafia

Festa do Divino Espirito Santo

Hoje se comemora o Dia de Pentecostes, em São João del-Rei, acontece a Festa do Divino. Dezenas de grupos de Congado visitam a Igreja de Bom Jesus de Matosinhos para venerarem o Divino Espírito Santo. Em destaque na foto, Lutero Castorino, capitão de Congado.

http://instagram.com/p/ZgCMaxsq6Q/

 

 

Devoção- Festa de Santíssima Trindade

Tiradentes realiza desde o século XVIII a tradicional Festa da Santíssima Trindade, atraindo milhares de devotos e visitantes. A festa geralmente acontece próxima à festa do Divino -dia de pentecostes-, quase sempre seu Dia maior acontece uma semana depois.

A grande quantidade de fiéis e devotos impressiona, há sempre pessoas depositando velas aos pés da imagem e fazendo pedidos ou agradecendo por graças alcançadas. Ao lado da igreja encontra-se a sala de milagres, onde é encontrado ex-votos (quadros de pinturas ou fotografias), além de pernas, cabeças e partes do corpo humano feitos em cera; também são deixadas muletas, andadores, dentre vários outros artefatos.

Devotos esperam, às vezes, horas na fila para agradecer e beijar a fita das imagens da Santíssima Trindade, Jesus e Divino Espirito Santo, segundo Cecília de Jesus, “é um momento de renovação e fortalecimento da fé e vida espiritual”.

A fé não é a única atração para os visitantes, muitas pessoas vão a Tiradentes nesta época para comprar. Durante a festa as ruas ao redor da Igreja da Santíssima Trindade ficam repletas de barracas vendendo de tudo: blusas, meias, panelas, quadros, equipamentos eletrônicos, brinquedos, doces e muitos artigos importados.

______________________________________________________

Devoção

Festa da Santíssima Trindade- Tiradentes- MG
Ensaio fotográfico realizado em 2011

Direção e Edição
Thiago Morandi

Fotografia
Daniel Gouvêa
Thiago Morandi

Manifestação agita São joão del-Rei

 

No dia 24 de maio de 2011, aconteceu uma manifestação organizada pela população de São João del-Rei, em resposta à declarações da vereadora Silvia Fernada (PMDB), que em pleno plenário da cidade afirmou, no último dia 10,  que para solucionar problemas de animais abandonados das ruas seria necessário a morte deles.

Mais detalhes em:
 
 

 

Vereadora cria polêmica em São João del-Rei

Fotografia de Chopin é encontrada

Foto: AP

Especialistas em Chopin estão tentando determinar se uma foto tipo daguerreótipo encontrada na Polônia é mesmo do compositor do século 19. Se for autêntica, a imagem pode ser a terceira foto conhecida de Frederic Chopin, que viveu de 1810 a 1849.

Wladyslaw Zuchowski, fotógrafo e dono de uma galeria em Gdansk, disse nesta quinta-feira que ele comprou o daguerreótipo, primeiro tipo de fotografia, de um vendedor privado na Escócia.

O porta-retrato dourado onde está a foto tem escrito a data 1849, ano em que Chopin morreu, em Paris, e o selo de Luis Auguste Bisson, fotógrafo francês que tirou outra foto de Chopin. Alicja Knast, curadora do Museu Chopin de Warsaw, disse que ela não poderia dizer de imediato se a foto era verdadeira porque ela não a tinha visto.

Disponivel em :

http://fotocolagem.blogspot.com/2011/03/suposta-fotografia-de-chopin-e.html

Homem é encontrado morto

"Celso", morador de rua.

Um morador de rua foi encontrado morto dia 28 de março, segunda -feira, em São João del-Rei nas proximidades da igreja de Nossa Senhora do Carmo, na praça Carlos Gomes. Os bombeiros suspeitam que “Celso”, como era conhecido, tenha sofrido infarto, testemunhas disseram que o morador de rua passou mal, caiu no chão e bateu a cabeça na calçada. A pericia da Policia Civil vai investigar as verdadeiras causa da morte. “Celso” vivia nas redondezas do centro da cidade e passava maior parte do dia na praça junto à outros moradores de rua.

 

"Celso", morador de rua.

Mais confusão na Câmara de São João

 

<http://www.youtube.com/watch?v=3alpiMsYUVY&feature=player_embedded>

Estudantes universitários e vários representantes de entidades sociais forão convidados a se retirarem da Câmara municipal de São João del-Rei após protesto. A policia militar foi  acionada, os manifestantes se recusaram e continuaram a fazer a  manifestação, depois de muita conversa  se retiraram e junto a eles  também se retiraram a vereadora Vera do Polivalnte  e a Vereadora Silva Fernanda, mais uma vez a reunião foi suspensa.

 

Retirada da rede social Facebook

Lembra-se que na  última reunião da  Câmara, dia 15 de março, também houve protestos mediante atitudes do presidente da casa legislativa da cidade, nas redes socias muitos estão comparando tais atitudes como se o país tivesse voltado à Ditadura Militar, censura, totalitarismo, e até mesmo com o coronelismo do fim do secúlo XIX e atual situação da Líbia.

 

Retirado do Facebook

Estudante da UFSJ Petterson, protesta, diante da atitude do Presidente da Câmara em retirá-lo do recinto

Policia é acionada para retirada dos manifestantes

População também cobra por atitudes

Estudantes em protesto na porta da câmara

Pancadaria na Câmara Municipal de São João del-Rei

http://www.youtube.com/watch?v=5Hysaqf9RXg&feature=player_embedded

Confusão marca reunião na Câmara de São João del Rei

A Câmara Municipal de São João Del Rei viveu momentos de tensão nessa terça-feira (15) durante uma reunião. No local, houve um bate boca entre o presidente da Câmara, Mauro Duarte, e a vereadora Vera do Polivalente.

A discussão teria começado durante uma fala da vereadora, que teria tido o microfone cortado pelo presidente. Um jovem que estava no plenário reclamou da atitude. Foi quando uma mulher, que seria ligada ao presidente, tentou agredir o rapaz.

A vereadora Vera do Polivalente informou por telefone que se sentiu desrespeitada e que vai entrar com uma representação contra o presidente da Câmara na Delegacia de Mulheres e no partido dele, o PSDB. A produção do MGTV tentou contato com o presidente da Câmara, Mauro Duarte e foi informada que ele estava em uma reunião e por isso não comentou o caso.

Disponível em :

http://megaminas.globo.com/2011/03/16/confusao-marca-reuniao-na-camara-de-sao-joao-del-rei

Chuva provoca estragos em igreja tombada pelo patrimônio em São João Del Rei

Danos causados pela chuva a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, do seculo 18, em Sao Joao del-Rei.

Chuva provoca estragos em igreja tombada pelo patrimônio em São João Del Rei

A quaresma começou com estragos no patrimônio cultural de São João Del Rei, na Região do Campo das Vertentes, a 185 quilômetros de Belo Horizonte. Na madrugada desta quarta-feira, o excesso de chuvas abriu um buraco, de cima a baixo, numa parede externa da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1949. O templo do século 18, que fica no Centro Histórico, teve perdas na estrutura de adobe e taipa-de-pilão, numa área de cerca de 3 metros quadrados, com profundidade média de 20 cm. O arquiteto Mario Antonio Ferrari Felisberto, do Iphan, esteve no local e mandou cobrir o rombo com uma lona. As obras emergenciais, a cargo da paróquia, devem começar na quinta-feira, se o tempo melhorar.

Esta é a segunda vez, neste ano, que as chuvas causam danos ao conjunto arquitetônico da cidade. Em janeiro, forte temporal derrubou parte do adobe e reboco externo da Matriz do Senhor Bom Jesus do Monte, localizada na Praça Eduardo Rodrigues Vale, no Bairro do Senhor dos Montes, em área tombada pelo Iphan. As intervenções necessárias foram executadas no lado superior esquerdo do templo, alvo de um rombo de 70 centímetros quadrados, com 40cm de profundidade. Devido às goteiras, os paroquianos tiveram, durante semanas, que espalhar vasilhas de plástico no interior da construção, datada de 1847.

Nesta tarde, Mário Antonio disse que a situação na Catedral Basília não é grave nem põe em risco a integridade da edificação. “Choveu muito nos últimos dias, causando muitas infiltrações na igreja. Com o acúmulo de água, as paredes encharcaram e o reboco caiu, na altura da Capela do Santíssimo, embora sem vazamentos ou geração de prejuízos no lado interno”, explicou o arquiteto. Ele foi chamado por volta das 9h pelo titular da paróquia, padre Geraldo Magela da Silva, e terá apoio da equipe do escritório Iphan da vizinha Tiradentes.

“Quando a chuva der uma trégua, serão instalados os andaimes para as obras emergenciais, seguindo o sistema construtivo original. Mas a igreja, considerada de grande interesse cultural, precisa de uma obra maior de restauração, com troca de esteios, telhado, piso. De início, o Iphan vai buscar recursos no Ministério da Cultura (MinC) para elaboração de um projeto amplo de restauro, que está orçado em R$ 100 mil”, detalhou. Já o valor total da reforma ainda não foi estimado pelos especialistas. Para o chefe do escritório, o fundamental é a manutenção permanente a fim de se evitarem danos e ameaças.

Recursos

“A quaresma começou com um susto para nós”, contou, nesta quarta, o padre Geraldo. Ele explicou que a paróquia, com assistência do Iphan, vai executar as obras emergenciais na Catedral Basílica, que não precisou ser interditada pelo patrimônio. “Já havíamos detectado a umidade e comunicamos ao Iphan, só que choveu sem parar durante oito dias”, disse o pároco, que vai se reunir, no dia 23, em Brasília, com o presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida. Lá, solicitará recursos para recuperação da igreja mais importante da cidade e palco das celebrações da Semana Santa.

Por:Gustavo Werneck

Disponivel em:

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2011/03/09/interna_gerais,214268/chuva-provoca-estragos-em-igreja-tombada-pelo-patrimonio-em-sao-joao-del-rei.shtml