Tag Archives: documentário

Presépio do Nonno Rela

Amanhã é um dia muito especial, data em que lembramos o nascimento de Jesus Cristo. A Alecrin Fotocinegrafia produziu um teaser super especial de Natal, onde o destaque é o “Presépio do Nonno Rela”, criado pelo engenheiro João Carlos Rosa, o Nonno Rela. Inspirado em presépios italianos, mostra uma cidade com características medievais misturada com tradições e arquitetura são-joanenses.

O presépio ficará exposto até dia 6 de janeiro no museu de Arte Sacra, em São João del-Rei. Vale a pena ir lá conferir!
Aos amigos e clientes um Feliz Natal e um 2013 de muitas conquistas e sucesso.

Além desse teaser a equipe da Alecrin está produzindo um documentário sobre a concepção do presépio e diversas surpresas para 2013.

Curta a pagina da Alecrin!

http://www.facebook.com/alecrinfotocine

Anúncios

Manifestação agita São joão del-Rei

 

No dia 24 de maio de 2011, aconteceu uma manifestação organizada pela população de São João del-Rei, em resposta à declarações da vereadora Silvia Fernada (PMDB), que em pleno plenário da cidade afirmou, no último dia 10,  que para solucionar problemas de animais abandonados das ruas seria necessário a morte deles.

Mais detalhes em:
 
 

 

Vereadora cria polêmica em São João del-Rei

Fotografia de Chopin é encontrada

Foto: AP

Especialistas em Chopin estão tentando determinar se uma foto tipo daguerreótipo encontrada na Polônia é mesmo do compositor do século 19. Se for autêntica, a imagem pode ser a terceira foto conhecida de Frederic Chopin, que viveu de 1810 a 1849.

Wladyslaw Zuchowski, fotógrafo e dono de uma galeria em Gdansk, disse nesta quinta-feira que ele comprou o daguerreótipo, primeiro tipo de fotografia, de um vendedor privado na Escócia.

O porta-retrato dourado onde está a foto tem escrito a data 1849, ano em que Chopin morreu, em Paris, e o selo de Luis Auguste Bisson, fotógrafo francês que tirou outra foto de Chopin. Alicja Knast, curadora do Museu Chopin de Warsaw, disse que ela não poderia dizer de imediato se a foto era verdadeira porque ela não a tinha visto.

Disponivel em :

http://fotocolagem.blogspot.com/2011/03/suposta-fotografia-de-chopin-e.html

Homem é encontrado morto

"Celso", morador de rua.

Um morador de rua foi encontrado morto dia 28 de março, segunda -feira, em São João del-Rei nas proximidades da igreja de Nossa Senhora do Carmo, na praça Carlos Gomes. Os bombeiros suspeitam que “Celso”, como era conhecido, tenha sofrido infarto, testemunhas disseram que o morador de rua passou mal, caiu no chão e bateu a cabeça na calçada. A pericia da Policia Civil vai investigar as verdadeiras causa da morte. “Celso” vivia nas redondezas do centro da cidade e passava maior parte do dia na praça junto à outros moradores de rua.

 

"Celso", morador de rua.

Mais confusão na Câmara de São João

 

<http://www.youtube.com/watch?v=3alpiMsYUVY&feature=player_embedded>

Estudantes universitários e vários representantes de entidades sociais forão convidados a se retirarem da Câmara municipal de São João del-Rei após protesto. A policia militar foi  acionada, os manifestantes se recusaram e continuaram a fazer a  manifestação, depois de muita conversa  se retiraram e junto a eles  também se retiraram a vereadora Vera do Polivalnte  e a Vereadora Silva Fernanda, mais uma vez a reunião foi suspensa.

 

Retirada da rede social Facebook

Lembra-se que na  última reunião da  Câmara, dia 15 de março, também houve protestos mediante atitudes do presidente da casa legislativa da cidade, nas redes socias muitos estão comparando tais atitudes como se o país tivesse voltado à Ditadura Militar, censura, totalitarismo, e até mesmo com o coronelismo do fim do secúlo XIX e atual situação da Líbia.

 

Retirado do Facebook

Estudante da UFSJ Petterson, protesta, diante da atitude do Presidente da Câmara em retirá-lo do recinto

Policia é acionada para retirada dos manifestantes

População também cobra por atitudes

Estudantes em protesto na porta da câmara

Cine-Glória mantem vivo o cinema.

Fachada do Cine

 

São João del-Rei mantém uma sala de exibição a 64 anos

Palco de diversas atrações, já foi ringue de patinação, pavilhão, teatro e desde 1947 é o Cine-Glória, um dos cinemas mais antigos em funcionamento do Brasil, localizado em São João del-Rei, interior de Minas Gerais. Construído com intuito de substituir o antigo cinema Capitólio, fundado em 1928 e encerrando suas atividades em 1940. O nome Cine-Glória  se origina do que era a data prevista para sua inauguração, 15 de agosto de 1947, dia de Nossa senhora da Glória, porém sua inauguração só ocorreu em 21 de agosto. A sala de exibição possuía 1200 lugares.

Segundo o historiador Antônio Gaio sobrinho, o cinema surgiu em São João del-Rei no início do século XX, tendo seus primeiros registros em 3 de dezembro de 1905, quando o Jornal “O Repórter”, noticiam informações sobre empresas cinematográficas, que faziam exibições itinerantes na cidade. Em 1909 já existiam duas casas de exibição fixa na  cidade, o Cinema Comércio e o Kinema Club, em 1911 inaugura-se o Cinema Avenida, atual agência do Banco Itaú, em 1928 surge o Cinema Capitólio, que em 1930 lança o cinema falado na cidade com o filme “Rapaz de sorte”. O teatro municipal também foi casa de exibições até meados da década de 1960.

São João del-Rei manteve o cinema vivo por décadas, com diversas salas de exibições espalhadas pela cidade. Em 1951 é criado o Cine teatro Arthur Azevedo, atualmente no local funciona o supermercado Sales do bairro do tejuco, esse cinema ainda abre uma filial em meados de 1960 no bairro matosinhos, era Cine Real, hoje uma loja de roupas. Essas duas casas encerram suas atividades em 1980, desde então o Cine-Glória é o único cinema da cidade, com duas salas de exibição, na Av. Tiradentes e outra no Shoping Hills.

Em janeiro de 1961 o Cine-Glória foi vendido para o proprietário da fabrica têxtil sanjoanense, João Lombardi, administrando ate 1979, quando a vendeu para  Wellerson Itaborahy, ou simplesmente como é conhecido, Lilinho.

Foto:Katia Lombardi

Lilinho, juiz-forano, nasceu em 1944, e aos 14 anos já trabalhava em uma distribuidora de filmes. Com 22 anos de idade, já possuía pequenos cinemas em bairros periféricos de Juiz de Fora, e aos poucos vendia um e comprava outro, assim foi adquirindo cinemas em cidades da região, até que em 1978 veio para São João del-Rei.

Breno Lombardi, filho do proprietário do Cine-Glória oferece a Lilinho o arrendamento do cinema de seu pai, João Lombardi, pois nessa época o Cine enfrentava uma grave crise. Lilinho consegue reerguer o Glória e em 1979 o adquiri definitivamente.

Na época o cinema nacional tinha incentivos do governo através da Embrafilme (Empresa Brasileira de Filmes S.A), porém por determinação de leis, os cinemas eram obrigados pela Concine (Conselho Nacional de Cinema), as salas de exibição tinham que exibir um terço do ano filmes nacionais, essa obrigatoriedade fez com que muitas salas de cinema fechassem as portas.

Lilinho conta que quando veio à cidade tinha contratos com distribuidoras e conseguia trazer muitos filmes, depois teve fases difíceis e deixava de comprar comida para comprar carvão para alimentar o projetor. Conseguiu sobreviver e manter o Cine graças à iniciativa de criar a vídeo-locadora “Cine Glória Vídeo” em 1987.

Os filmes “Titanic”, “O Rei Leão”, “A Paixão de Cristo”, triologias como “Crepúsculo”, “Senhor dos anéis”, “Harry Potter” entre outros, fizeram muito sucesso de bilheteria. Porem Lilinho diz que “O maior público que já entrou no meu cinema, foi num filme dos Trapalhões que se chamou “O Trapalhão no planalto dos macacos”. Você não vai nem acreditar, eu botei pra dentro 3.900 pessoas num domingo. Fiz cinco sessões neste dia. Na época cabiam 800 pessoas por sessão. Nas sessões que lotavam, tinha gente que não se importava de sentar no chão, só pra não ficar sem ver o filme.”

Foto:Katia Lombardi

Mesmo com a crescente popularização da internet e a possibilidade de baixar filmes, antes mesmo que cheguem às grandes telas, como aconteceu com o filme nacional  “Tropa de Elite”, Lilinho faz com que o Cine-Glória mantenha vivo a sétima arte na cidade.